Como administrar o antipirético (medicamento para baixar a temperatura)?

Como administrar o antipirético (medicamento para baixar a temperatura)?  Utilizar o paracetamol respeitando a posologia prescrita pelo médico ou de acordo com a descrita no folheto informativo que acompanha a embalagem do medicamento que vai ser administrado;  O intervalo mínimo entre duas tomas consecutivas é de 4 horas;  Nos casos de alergia […]

Newsletter sobre sistemas de informação nos cuidados de saúde primários e hospitalares

Leia mais aqui Newsletter sobre os sistemas de informação nos cuidados de saúde primários e hospitalares portugueses. Um número da responsabilidade do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS).   Leia mais aqui

Mais de 300.000 páginas visitadas

Boa tarde a todos! O Blogue do ACeS Porto Ocidental alcançou recentemente o número de 300.000 páginas vistas. É um número redondo que acaba por tornar visível o encontro entre os profissionais de saúde e os seus leitores. Estamos, pois, todos de parabéns!

Quais são os “sinais de alerta” numa criança com febre?

Quais são os “sinais de alerta” numa criança com febre? Sonolência excessiva ou incapacidade em adormecer; face/olhar de sofrimento; irritabilidade e/ou gemido mantido; choro inconsolável; não tolerar o colo; dor perturbadora; convulsão; aparecimento de manchas na pele nas primeiras 24 a 48 horas de febre; respiração rápida com cansaço; vómitos repetidos entre as refeições; recusa alimentar completa superior […]

FEBRE NA CRIANÇA / ADOLESCENTE

FEBRE NA CRIANÇA / ADOLESCENTE Informação para pais e cuidadores O que é a febre? Considera-se febre a subida de, pelo menos, 1°C acima da média da temperatura basal diária individual, em função do local de medição. Na ausência do conhecimento da temperatura basal individual, considera-se febre perante os seguintes valores medidos de temperatura:  Retal ≥ […]

Porto com Mais Saúde, fevereiro 2018: PREVENÇÃO DE QUEDAS

Os acidentes são a 5ª causa de mortalidade em idosos e as quedas são a causa mais frequente de acidentes nesta população. Cerca de 30% das pessoas com 65 ou mais anos sofrem, pelo menos, uma queda por ano e dessas quedas resultam cerca de 10 a 15% de lesões graves. Os estudos confirmam que […]